5 Motivos para você estudar na África do Sul

Quando planejamos nosso intercâmbio, pensamos primeiro na língua que sabemos ou gostaríamos de aprender, depois passamos a pensar no país que mais queremos conhecer. Seus sonhos sobre estudar na Inglaterra, na Alemanha e na França podem confirmar isso para você.  Mas, e quanto a África do Sul?

O país que já residiu uma Copa e surpreendeu o mundo pode entrar na sua lista de destinos!

1) Culinária

Amantes de comida, preparem-se para uma comida bem característica. Com influências da culinárias da Indonésia e Holanda, os sul-africanos comem pratos com muito molho, ervas e carne de várias formas. Um dos seus pratos mais tradicionais. Trata-se de tiras de carne seca com bem temperado com ervas, pimenta preta, vinagre e açúcar mascavo.

 

2) Línguas Oficiais

Além de ser um bom país para se praticar o inglês, ele pode te oferecer a experiência única de ter contato com idiomas curiosos e com tanta história. A África do Sul tem 11 línguas oficiais. Isso mesmo, 11 línguas.

Uma delas é o Africâner, a mais falada do país. A língua de origem germânica surgiu durante a colonização holandesa de parte do território.

3) Música

Se você pensou que fosse encontrar coisas totalmente fora do comum, é aí que você se engana. As bandas sul-africanas estão super em alta. Die Antwoord, BLK JKS, já ouviu? Da África do Sul.

Uma das bandas que mais faz sucesso fora do continente é a Parlotones. A banda também é conhecida por questionar problemas sociais e apoiar lutas pela preservação da natureza.

 

4) Paisagem

Se você assistiu ao filme “Juntos e Misturados” (2014) deve lembrar da belíssima savana. Mas o país não é só isso, são 25 parques nacionais de preservação e algumas das mais belas praias do planeta na região da Cidade do Cabo e West Coast.

 

5) Universidade conveniada ao Mackenzie

Agora que você chegou ao quinto item, é hora de começar a planejar seus estudos na North-West University. Dividida entre os campus Mafikeng, Potchefstroom e Vaal Triangle, a NWU foi fundada em 4 de janeiro de 2004 com a missão de celebrar a nação, as culturas e os idiomas.